nova variante do vírus

Países fecham fronteiras devido a nova variante do vírus

Atualmente estamos enfrentando uma das maiores crises na saúde em todo o mundo. Com o surgimento do coronavírus até a rotina das pessoas foi afetada e tiveram sua rotina completamente mudada.

Esse vírus afeta diretamente nossa saúde física e em alguns casos pode afetar até a estética corporal, por provocar algumas sequelas. Trouxemos tudo o que você precisa saber sobre a nova variante da COVID-19:

Nova variante do Coronavírus, como é?

A B.1.1.529 é a nova variante do COVID-19 e está causando muitas preocupações entre as autoridades, pois diferente do vírus original, ela tem uma proteína de espigão, que são a base para a criação das vacinas.

E o medo dos cientistas é que as vacinas criadas não apresentem reação nos casos da  nova variante. Outro motivo de preocupação é que ela apresenta alto potencial de propagação entre todas as outras variantes.

Ainda existe pouco conhecimento sobre a nova variante do Coronavírus, mas estudos estão sendo feitos a respeito dela. O que se pode afirmar é que ela oferece riscos ainda maiores que a do vírus original. 

Viagens suspensas

Após os resultados alarmantes das pesquisas muitos países fecharam suas fronteiras, para evitar a propagação do vírus pelo mundo.

Países da Europa restringiram as viagens de países onde a nova variante foi encontrada. Após ter sido detectado o primeiro caso da nova variante na Bélgica, que está situada na Europa, os países europeus tomaram atitudes mais rígidas quanto às restrições.

Essa contaminação aconteceu após o viajante ter contraído a variante em uma viagem ao Egito e retornar para a Bélgica. Por isso a atenção direcionada aos países Africanos aumentou.

Como a nova variante foi encontrada na África do Sul, outros países em todo o mundo também fecharam as portas para aqueles que vinham destes países. Vejamos aqui quais países possuem restrições contra voos vindos da África:

Países que baniram os voos

O Brasil está entre a lista de países que baniram os voos vindos da África, além dele estão:     

  • Estados Unidos
  • Reino Unido
  •  Itália
  • Holanda
  • República Tcheca
  • França
  • Israel
  • Filipinas
  • Marrocos
  • Bahrein
  • Arábia Saudita
  • Chipre
  • Suíça
  • Turquia
  • Canadá
  • Irã
  • Egito
  • Bahrein
  • Grécia
  • Singapura
  • Áustria
  • Malta

Países que aumentaram as medidas

Além destes países que tomaram medidas mais rígidas, alguns outros apenas restringiram ainda mais suas restrições, são eles:

  • Japão
  • Índia
  • Taiwan
  • Malásia

Muitas pessoas que residiam nesses países e foram visitar países africanos, não puderam retornar aos seus países de origem. No Brasil ainda não foi confirmado nenhum caso da nova variante, entretanto as autoridades temem que ela já esteja circulando no país.

Qual o tratamento para o Covid-19

Assim como a Covid-19, a sua melhor forma de tratamento para a nova variante é a prevenção. A doença não trará consequências se não existir e para preveni-la alguns cuidados são necessários, como o cuidado com a higiene.

O mundo após o surgimento do Coronavírus está totalmente mudado, atualmente o uso de máscaras de proteção não é mais obrigatório somente em alguns países asiáticos. Atualmente, em muitos países, o uso da máscara no dia a dia tornou-se uma exigência.

Apesar de não se saber muito sobre essa nova variante, o conselho a ser tomado é o de manter os mesmos cuidados de prevenção do Coronavírus original para evitar a propagação do vírus.

Manter a higiene das mãos, usar álcool em gel nelas e sempre fazer o uso correto da máscara, evitar aglomerações, lembrando que o Covid infelizmente ainda está presente e com a nova variante a preocupação quanto à aproximação das pessoas aumentou.

Manter também a higienização de produtos antes de levá-los para casa, ajuda a evitar que a doença seja propagada.

E em caso de notar a presença de algum sintoma de gripe ou sintoma diferente, procure um médico e busque orientação ele saberá te orientar sobre os sintomas que está sentindo e o que precisa ser feito.

Além disso, ele irá indicar qual a forma de tratamento necessária para seu caso específico. Outra dica importante é a de se vacinar, apesar de ainda não estar confirmada a eficácia das vacinas existentes no caso da nova variante, a vacinação é fundamental para se manter protegido.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.