Categorias
Educação

Onde é disponibilizando o resultado do Prouni

Para se inscrever no ProUni e com o intuito de incentivar as pessoas a iniciarem uma graduação o Governo Federal criou o Programa Universidade para Todos que também conhecido como ProUni.

Criado em 2004, o projeto tem como principal finalidade oferecer meios para possibilitar o acesso de alunos carentes ao ensino superior por meio de bolsas que podem ser de cinquenta por cento ou até mesmo a que oferece a isenção completa da mensalidade do curso de graduação escolhida.

Confira quais são os passos necessários para se inscrever no ProUni.

ENEM

Um dos primeiros passos que o estudante precisa realizar para conseguir se inscrever no ProUni é se preparar ao longo do ano para conseguir fazer uma boa prova do Enem.

Justamente por isso deve-se criar um planejamento de estudos e marcar no calendário datas importantes como, por exemplo, o período em que é preciso efetuar a inscrição que, geralmente, acontecem no primeiro semestre de cada ano.

Feito isso já estará pronto para realizar a prova.
Um dos critérios adotados pelo programa para selecionar os candidatos é a nota do Enem que deve ser maior ou igual a quatrocentos e cinquenta pontos, além de não ser aceito notas de redações zerada, por isso o candidato deve estar atento a esses pontos.

Critérios para inscrever no ProUni

Para conseguir ter se inscrever no ProUni sem nenhum tipo contratempo deve-se estar atento aos outros critérios de seleção, além das notas do Enem, que são:

Para concorrer a bolsa que oferece cem por cento de desconto, o candidato não deve possuir uma renda familiar per capita maior do que um salário mínimo e meio.

Já para se candidatar a uma bolsa de cinquenta por cento, o estudante pode ter uma renda uma renda familiar per capita de até três salários mínimos.

Só é possível realizar se inscrever no ProUni aquelas pessoas que ainda não possuam um curso de graduação com exceção dos professores da rede pública de ensino que podem realizar novos cursos de licenciatura destinados a formação do magistério de educação básica como, por exemplo, a graduação em pedagogia.

Tanto as pessoas que apresentam deficiências como também os professores de ensino básico não precisam comprovar renda para participar de qualquer uma dentre as duas modalidades de bolsas.

Vale destacar que caso o candidato seja selecionado deverá comprovar todas as informações inseridas no sistema no ato da matrícula, por isso é importante ter um pouco de atenção já que qualquer divergência pode ser um motivo para não ter mais direto a vaga.

Sistema do ProUni

Feito as devidas ressalvas, o candidato deve acessar o site do ProUni que é previamente divulgado pelo Governo Federal para realizar a inscrição sendo que é aberto duas vezes ao ano.

Veja como se inscrever no ProUni abaixo:

  • O primeiro passo será acessar o sistema e realizar o cadastro conforme os dados solicitados pelo sistema como, por exemplo, CPF, data de nascimento, número de inscrição.
  • A senha que deve ser utilizada é a mesma usada na inscrição da última edição do Enem.
  • Após isso, basta escolher até duas opções de instituições de ensino de acordo com a ordem de preferência do candidato.
  • Assim como também será necessário escolher o curso e o turno, mas, claro, sempre com as opções de bolsas disponíveis.
  • A partir do segundo dia já é possível ter acesso as notas parciais de cortes o que permite ao candidato monitorar a sua colocação e assim sucessivamente para os próximos dias até a divulgação do resultado final.

Como visto, se inscrever no ProUni é simples o único ponto que requer atenção é quanto aos requisitos básicos que o candidato deve atender para conseguir garantir a sua vaga.