o que é mídia digital

O que é mídia digital e qual a sua utilidade?

Você sabe o que é mídia digital?

Com o avanço da tecnologia e com a internet, termos como esse ficaram cada vez mais populares, fazendo com que donos de empresas buscassem entender mais sobre eles, e assim, otimizar o seu negócio.
Conheça aqui mais sobre o termo, seu significado, benefícios e como utilizar as diferentes mídias digitais ao seu favor:

O que é mídia digital?

Já faz muito tempo que a internet já não é mais usada apenas como forma de entretenimento. Com as atualizações e ganhos de ferramentas, a internet se tornou uma das principais formas de alavancar um empreendimento.
É considerado uma mídia digital, ou on-line, todo o conteúdo ou veículo de comunicação que se tem como base e fonte de distribuição na internet. Dessa forma, são as diferentes ferramentas disponíveis pela internet, que, pela instantaneidade da rede e pelo amplo número de usuários, permite um acesso significativo em relação a mídia tradicional, também chamada de mídia off-line ou analógica.
Além disso, outro diferencial da mídia digital é a possibilidade de feedback do receptor, que acaba por ajudar no planejamento de estratégias eficientes para a sua empresa.

LEIA TAMBÉM: 8 motivos pelo qual você deveria fazer passeios em Fernando de Noronha

Quais são os benefícios da mídia digital?

A mídia digital é capaz de proporcionar uma série de benefícios para o seu negócio, devendo ser uma das prioridades do empreendimento.

Atração de clientes

Muitas pessoas costumam falar que as redes sociais são as vitrines de uma loja ou empresa. A mídia social que ronda o digital atua como a vitrine e os instrumentos que a compõem, sendo determinantes para fazer com que ela chame atenção e assim, capte clientes em potencial, os famosos nichos.

Assertividade

Mesmo que a mídia tradicional, composta por TV, rádios, jornais e revistas, seja capaz de alcançar milhares de pessoas, a mídia digital, como o investimento certo, é capaz de alcançar até mesmo o dobro, além de ser capaz de atingir um público selecionado e com verdadeiro potencial de consumo.

Facilidade em mensurar resultados

Por meio da mídia digital na forma de ferramentas analíticas, se é possível ter acesso a resultados de forma facilitada, sendo possível ter um maior controle das abordagens utilizadas.
Assim sendo, é possível ter um maior planejamento de ação, fazendo com que seja possível valorizar o investimento feito.

Custo-benefício

Considerando o investimento em marketing pela mídia tradicional e o retorno adquirido, a mídia digital se destaca pelo custo-benefício.
Entendendo os três tipos de mídias digitais, mídia paga (anúncios), mídia ganha (espontânea) mídia própria (orgânica), é possível agregar valor ao marketing executado e assim, um melhor relacionamento com o público.

LEIA TAMBÉM: O que é live action: um guia completo pelo cinema

Afinal, como aproveitar as mídias digitais?

O aproveitamento das mídias digitais, para gerar retorno deve ocorrer a partir de um planejamento bem feito e de uma estratégia bem estruturada, tendo como base o conhecimento de público alvo e persona do seu produto ou serviço.
Dessa forma, é a partir desse conhecimento que se é possível uma produção de conteúdo que gere identificação com o lead e converta em compras e lucro.
É muito importante que se entenda onde a sua persona está no digital, melhorando a presença de sua marca. É reconhecendo as ferramentas e plataformas que o ambiente digital deixa a seu favor que se é possível tirar benefício daquelas que melhor suprem as suas necessidades e de seus clientes.

planejamento de mídia digital

Como fazer um planejamento de mídia digital assertivo?

Para que sejam adquiridos bons resultados de sua estratégia de marketing, um bom planejamento é essencial.

Para um planejamento eficiente vale seguir alguns passo-a-passo:

  1. Briefing

O briefing é o primeiro passo, e deve ser levado em consideração assim como os demais. Aqui é necessário que você busque coletar questões com o seu público, isso por meio de perguntas bem estipuladas. Assim, é possível definir ações de mídia e um posicionamento de marca mais assertivo.

Analisar os pontos fracos e fortes dos concorrentes também pode proporcionar uma melhor noção do mercado e do que seu negócio precisa.

  1. Estratégia

Para que o plano de ação e de mídia seja bem executado, é muito importante que esteja embasado com as pesquisas feitas no início, tal como as metas e orçamento. Assim, é possível que seja tomada uma boa estratégia, com potencial de retorno em visibilidade, vendas e lucro.

  1. Canais

A seleção dos canais a serem utilizados também apresenta um papel importante na reação da estratégia. Mais de um canal pode ser escolhido, mas deve-se considerar as informações quanto ao público e a própria estratégia.

  1. Conteúdo

A produção do conteúdo deve andar junto com as informações do público, da persona e com as particularidades do canal escolhido. É com um conteúdo bem direcionado que se é possível obter o retorno esperado.

  1. Cronograma

A organização também é essencial para que a ação de mídia seja controlada e demarcada corretamente. Além disso, dessa forma é possível estabelecer revisões de conteúdo e melhorias.

  1. Apresentação

Com todo o planejamento pronto, pela apresentação é possível coletar opiniões e críticas construtivas, buscando fazer ajustes finais para enfim colocar tudo para girar.

  1. Execução

É o momento de colocar toda estratégia em prática, devendo-se acompanhar cada processo para a reação diante a possíveis imprevistos, falhas e resultados negativos.

  1. Monitoramento dos KPIs

Por fim, é pelo monitoramento dos KPIs (Key Performance Indicators), ferramentas de gestão que medem o nível de desempenho e sucesso do processo e negócio, que é possível analisar se a estratégia está indo bem ou não.

Através desses dados coletados é possível atingir melhor o público-alvo nas próximas ações e assim, aumentar as vendas de forma significativa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.