garganta seca

Garganta seca: quais são as causas?

A garganta seca é um sintoma muito comum entre as pessoas, principalmente nos tempos mais frios e secos. Neste texto nós vamos falar um pouco sobre a garganta seca, o que pode ser a causa e ainda trazer dicas de possíveis tratamentos desta condição.

garganta seca e irritada

O que pode causar a garganta seca?

Se você é daquelas pessoas que sentem a garganta seca o tempo todo, é preciso se manter alerta e tomar alguns cuidados. Mesmo que sentir a garganta seca seja algo comum, principalmente em dias mais quentes, essa condição pode significar um problema ainda maior.

Quando essa sensação é acompanhada de sintomas, como a xerostomia, ela pode aumentar o risco do surgimento de cárie e outros incômodos. Por isso, é importante saber quais são as causas e assim tomar ações a fim de evitar esse problema.

Uma delas é adotar uma rotina de higiene oral, por exemplo, essa ação além de prevenir a garganta seca, é o primeiro passo para prevenir outras doenças bucais. Também é importante que você esteja atento se está usando as ferramentas certas para realizar esse cuidado.

Ao sentir a garganta seca e arranhando, é muito comum que primeiro busquemos uma forma de amenizar o incômodo. No entanto, devemos antes saber os motivos que estão por trás desse quadro. A falta de saliva é um deles.

Pois, as primeiras regiões afetadas pela produção insuficiente de saliva, são a garganta e a boca. Um outro fator que também pode causar garganta seca é a desidratação. A falta de água, faz com que a saliva não seja capaz de umedecer a região da boca.

Outras possíveis causas para esse quadro são as alergias e má respiração durante à noite.

O clima também pode influenciar na garganta seca mesmo você tomando todos os cuidados. Embora esta seja uma condição comum, em alguns casos, pode ser necessário o atendimento médico, principalmente quando a garganta seca é acompanhada de outros sintomas, como rouquidão, falta de ar ou engasgos.

Separamos algumas das principais causas da garganta seca e ainda vamos trazer algumas dicas para te ajudar a entender porque isso ocorre e o que fazer para resolver esse problema de forma simples.

Excesso de cloro na água

A agua assim como o café é uma das mais populares bebidas que existem, e todo mundo sabe que a água é uma grande aliada da saúde, ela ajuda a manter nosso corpo e mente saudáveis, prevenindo e tratando diversas doenças como as crises de enxaqueca e eliminando a retenção de líquidos.

No entanto, a água com cloro pode ter um efeito contrário, e pode estar sendo uma das principais causadoras da garganta seca. Pois, o cloro em excesso pode causar problemas como, irritações respiratórias graves e aumentar o risco de desenvolver bronquite e asma.

E além desses hábitos saudáveis é importante se atentar aos ambientes que você vive se são ambientes ventilados e que você procure evitar alimentos com alto teor de sódio. Se sentir alguma alteração na sua condição de saúde, o recomendado é procurar a ajuda de um médico.

Falta de saliva

Uma das principais causas da garganta é a falta de saliva. Quando as nossas glândulas que ficam responsáveis pela produção deste líquido não produzem a quantidade necessária, um dos primeiros lugares que sentem o impacto é a garganta.

Nossa saliva tem a função de manter nossa boca lubrificada e de diluir o alimento, ela ainda pode também protegê-la contra bactérias e contra alguns tipos de vírus.

Se você é uma pessoa que toma muita água e ainda assim sente que tem pouca saliva, a falta desta baixa pode estar sendo causada por um resfriado ou um problema respiratório.

Estações mais frias

Como mencionamos, o que pode estar causando a garganta seca é a temperatura, pois, no inverno é comum que a umidade do ar seja mais baixa, em especial em locais com um número maior de pessoas e onde quase não existe vegetação.

O ar seco também gera problemas respiratórios, e a garganta seca é um dos sintomas deste problema. Pois, ele pode ressecar os mucos que são responsáveis pela limpeza das vias aéreas, favorecendo o aparecimento de crises alérgicas.

Nesses casos a garganta seca pode, além de estar ligada a uma doença, ter relação com alguma condição climática ou ao ambiente urbano.

Doenças crônicas e uso de cigarro e álcool

Se em alguns casos a garganta seca não estiver ligada a outras doenças, pode ser que ela tenha relação direta com debilidades crónicas.

O reflexo é uma das condições que tem como principal sintoma a garganta seca, nesses casos, além deste sintoma você pode ter engasgos. A apneia do sono, que é a condição que faz com que as pessoas durmam de boca aberta, também pode contribuir para a garganta seca.

O uso de bebidas alcoólicas e cigarro em excesso também pode levar ao ressecamento da garganta, conforme vai prejudicando a produção de muco.

garganta seca mesmo tomando agua

O que é bom para a garganta seca?

O tratamento da garganta seca, se resume em controlar as causas desse problema. Por isso, a primeira coisa a se fazer é descobrir o que está causando a garganta seca, e somente depois tomar atitudes para poder controlar a situação.

Se notar que a causa é a desidratação, o indicado é que se comece a ingerir mais líquido diariamente, pois essa é a melhor forma de impedir a sensação de secura na boca. Evitar o consumo de alimentos com alto teor de sódio, também pode ajudar.

Nos casos, em que a causa está sendo a falta de produção de saliva, o mais indicado é buscar a ajuda de um profissional para assim garantir que o tratamento certo seja feito.

Pois, além de causar a garganta seca, essa falta de saliva pode favorecer o surgimento de cárie e da halitose, o que requer o acompanhamento de um dentista de confiança.

Vale lembrar, que a utilização de saliva artificial pode ser uma boa opção de tratamento e prevenção da garganta seca e as suas consequências.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.